Simples Nacional em 7 capítulos

Entenda facilmente o que é e como funciona.

 

  1. O que é
  2. Resumo da História
  3. Como funciona
  4. Quem pode optar e quando
  5. Quem não pode optar
  6. Tabelas do Simples
  7. Para acertar na escolha, converse com seu contador

 

Depois que a gente entende, é simples. Mas o Simples Nacional – como toda a legislação tributária brasileira – tem muitas regras e muitos detalhes. Portanto, minha recomendação é você ter uma visão geral sobre o tema e, em seguida, escolher um escritório de contabilidade de sua confiança para conversar especificamente sobre o seu caso.

 

CAPÍTULO 1: O QUE É

O Simples Nacional é um regime tributário, isto é, uma maneira definida por Lei para calcular quanto sua empresa deverá pagar de tributos.

Antes do Simples, as pequenas empresas tinham que pagar os tributos (federais, estaduais e municipais) em diferentes guias de recolhimento e em diferentes datas.

Por isso que esse regime tributário foi chamado de Simples Nacional: Simples porque simplifica a forma de pagamento, reunindo todos os tributos para serem pagos no mesmo dia, com apenas um documento: a guia de recolhimento, conhecida como DAS, que é a sigla para Documento de Arrecadação do Simples Nacional. E  Nacional porque é válido para todo o Brasil.

 


Flávio Buzaneli Júnior é administrador de empresas, advogado e contador. Atuou 12 anos como publicitário. É pós-graduado em Marketing pela ESPM. Desde o ano 2000, trabalha na Flávio Buzaneli Serviços Contábeis.

 

Orçamento

Recommended Posts