A importância de estar com minha contabilidade em dia

Costumo dizer que nenhum empreendedor é motivado a iniciar seu negócio com o objetivo de pagar impostos; nenhum empresário chega em sua empresa pensando em quais obrigações tributárias ele deverá atender naquele dia.

O dono do restaurante não está pensando em ver um balancete mensal perfeito, mas, sim, em fazer a melhor lasanha da cidade. Enfim, ninguém se motiva a ter seu próprio negócio para atender às regras legais vigentes no país. As pessoas querem ter seu próprio negócio, tendo em mente prosperar, ganhar mais dinheiro, ter mais liberdade de horários, ser “dono do próprio nariz”, como se dizia antigamente.

E ser feliz. Simples de escrever, mas… e na prática, no cotidiano, como agir?
Será que ter a contabilidade em dia não deveria estar também no checklist de todos os empreendedores e empresários?

Por outro lado, olhando para a economia com olhos de Governo, nenhum órgão governamental vai se preocupar se seu produto tem qualidade, se sua loja tem um bom atendimento, se o seu bar serve o melhor chopp, ou se seu serviço é diferenciado e encanta seu cliente. O Governo – nas esferas federal, estadual e municipal – cria todas as regras, através de leis, com o objetivo de organizar a economia, oferecendo condições iguais para todos. Pelo menos deveria ser assim. E também com o objetivo de arrecadar tributos – ele será seu sócio, mesmo que você não queira, ou não leve isso em consideração quando estiver criando o próximo aplicativo que vai revolucionar o mercado. A criatividade do Governo é fiscalizar e arrecadar. E ele é cada vez mais rápido e eficiente nessas tarefas. Cuidado então quando criar uma sobremesa sensacional, que até ganhou prêmio em programa de gastronomia, para não descobrir – tardiamente – que sua empresa tem dívidas tributárias gigantescas, comprometendo a continuidade do negócio e passando por dificuldades financeiras.

A única solução inteligente é conciliar sua motivação em ter um negócio rentável, com foco nas necessidades do cliente e atender à legislação brasileira. Ter a contabilidade em dia é o passo inicial dessa jornada.

Primeiramente, vamos esclarecer o que é exatamente ter a contabilidade em dia. Pode parecer óbvio, mas é necessário lembrar que o mundo empresarial vira em torno dos meses, sendo que cada mês – para fins contábeis, fiscais e departamento pessoal – é chamado competência.

Vamos usar a definição da NETIOB, que é bastante clara:

O princípio da competência consiste no fato de que as receitas e as despesas devem ser incluídas na apuração do resultado da empresa no período em que ocorrerem, sempre simultaneamente quando se correlacionarem, independentemente de recebimento ou pagamento.

A competência é um dos princípios da contabilidade, não só aqui no Brasil. É um princípio mundial. O princípio da competência basicamente alinha os acontecimentos da empresa a cada período de um mês, de tal forma que todas as receitas e despesas sejam lançadas corretamente, obedecendo sempre o mesmo padrão, com o objetivo de garantir a consistência das informações, dando credibilidade ao relatório contábil.

Ok. Tudo bem. Mas… e quais benefícios os sócios da empresa vão ter com essa contabilidade em dia?

Sem querer esgotar o assunto, aponto aqui 5 motivos muito importantes:

1 – DISTRIBUIÇÃO DE LUCROS AOS SÓCIOS, SEM INCIDÊNCIA DE TRIBUTAÇÃO

Está previsto em Lei que os lucros da empresa podem ser distribuídos aos sócios na condição de rendimentos isentos, para fins da declaração de imposto de renda. Isso significa dizer que, se a contabilidade não estiver em dia, conciliada com todos os lançamentos corretos, não há como se apurar o lucro. Nessa situação, mesmo que haja lucro, os sócios não podem fazer a distribuição, pois estarão desobedecendo a previsão legal. Observando que a empresa tem que estar com todos os tributos pagos.

2 – OBTENÇÃO DE LINHAS DE CRÉDITO COM MAIOR FACILIDADE

Seja na fase inicial, seja em momento de reestruturação, pode ser que sua empresa precise fazer um empréstimo ou um financiamento. Para isso, as primeiras coisas que a instituição financeira vai querer são o balanço patrimonial e um balancete atual, além de outros documentos que poderá exigir, mas que sempre estarão ligados ao fato da empresa estar com sua contabilidade em dia.

3 – CONTROLE FINANCEIRO DA EMPRESA MAIS ÁGIL E EFICIENTE

Nem preciso dizer que para você poder acompanhar a vida financeira de sua empresa e saber se está conseguindo alcançar suas metas, é fundamental que tenha a contabilidade de sua empresa em dia. Dessa maneira, você, seus sócios e seu contador/escritório de contabilidade poderão analisar os números, a fim de corrigir possíveis erros de estratégia e tornar a operação da empresa mais rentável.

4 – SAÍDA OU FALECIMENTO DE SÓCIO: DEMONSTRA A SITUAÇÃO PATRIMONIAL DA EMPRESA

Se um sócio quiser sair da empresa, pela regra legal ele tem que oferecer a venda das cotas primeiramente aos atuais sócios, para depois oferecer para outras pessoas. Mas, quanto vale a empresa? Qual é o patrimônio? Capital social? Posição do ativo permanente, do caixa e das dívidas? Tudo isso deve estar corretamente demonstrado na contabilidade da empresa. Mas de nada adianta você estar vendendo a empresa agora e apresentar ao possível comprador um balancete de seis meses atrás. Ficará evidente que tem alguma coisa fora do lugar.

Se ocorrer falecimento de um dos sócios, também pode ser uma situação delicada, se os herdeiros acharem que a empresa tem mais dinheiro ou tem mais valor do que o sócio remanescente estiver apresentando. Para evitar discussões desnecessárias e ter um documento objetivo, a apresentação dos relatórios contábeis é essencial e – obviamente – a contabilidade tem que estar em dia.

5 – PROVA EM JUÍZO

Para todas as situações que dependam de perícia contábil, em especial reclamações trabalhistas e recuperação judicial, estar com a contabilidade em dia e ter os relatórios contábeis atualizados é o que seu advogado vai precisar para provar que a razão está ao seu lado. Caso contrário, a solução do conflito judicial vai demorar mais, ou pior ainda, você poderá ser condenado injustamente, pelo fato de não apresentar a contabilidade em dia.

Se você quiser mais detalhes que certamente vão lhe ajudar a ter a contabilidade em dia com mais agilidade e praticidade, sugiro que leia também TOP FIVE: 5 DICAS PARA A EXCELÊNCIA NA GESTÃO DE SUA EMPRESA.

Espero ter contribuído para o sucesso de sua empresa.


Flávio Buzaneli Júnior é administrador de empresas, advogado e contador. Atuou 12 anos como publicitário. É pós-graduado em Marketing pela ESPM. Desde 2.000 trabalha na Flávio Buzaneli Serviços Contábeis.

Orçamento